Pesquisadores do Labic ministram palestra na Embrapa sobre Inteligência artificial na pós-colheita de frutas de hortaliças

Como a Inteligência Artificial pode impactar a pós-colheita de frutas e hortaliças e contribuir para a diminuição das perdas e desperdício de alimentos? Essa é a pergunta central que motivou a Embrapa Instrumentação a organizar um painel com especialistas, no dia 23 de novembro, a partir das 8 horas, em São Carlos (SP).

A iniciativa integra as ações da 8ª edição do Curso de Tecnologia Pós-colheita em Frutas e Hortaliças, realizado desde 2011, em parceria com instituições públicas e privadas.

Os conceitos e caminhos da Inteligência Artificial foram apresentados pelos professores Ricardo Marcondes Marcacini e Solange de Oliveira Rezende, do LABIC-ICMC-USP.

O potencial da IA no Agro e na Pós-Colheita vai ser o tema do pesquisador Jayme Garcia Arnal Barbedo, da Embrapa Agricultura Digital (Campinas – SP). O pesquisador Fabricio Lira Figueiredo, do CPQD, abordou os resultados e desdobramentos da digitalização em São Miguel Arcanjo (SP), com o projeto SemeAr – iniciativa que tem como objetivo desenvolver uma plataforma de inovação digital para o agronegócio, com soluções voltadas a demandas reais dos pequenos e médios produtores rurais. 

A cofundadora e CPO (Chief Product Officer) da Aravita, Aline Azevedo, detalhou como a startup brasileira – fundada em 2022 – tem utilizado a Inteligência Artificial na gestão de alimentos frescos e redução de perdas em supermercados, um dos grandes desafios da indústria e do varejo de alimentos.

Mais informações:

https://www.embrapa.br/busca-de-noticias/-/noticia/84794571/painel-discute-uso-da-inteligencia-artificial-na-pos-colheita-de-frutas-e-hortalicas

https://www.embrapa.br/busca-de-eventos/-/evento/480845/inteligencia-artificial-na-pos-colheita–de-frutas-de-hortalicas